Catu: o Ano Letivo começou para os mais de 6 mil alunos da rede municipal

O ano letivo começou para cerca de 6.125 educandos matriculados nas turmas do berçário, educação infantil, ensino fundamental I e II e a EJA – Educação de Jovens e Adultos na rede municipal de educação.

Para receber os alunos, muitas ações antecedem as expressas no calendário letivo. Desde o planejamento pedagógico; a definição de quadro de funcionários; o processo de aquisição de kits escolares, fardamento, alimentação escolar; a reorganização do transporte, até a oferta de uma melhor estrutura física das escolas. Essa última, ao longo dos últimos seis anos, vem sendo cumprido – respaldando-se no calendário de obras formulado para a requalificação da rede física das escolas; porém, eventualmente, sofrendo algumas alterações, levando-se em conta as necessidades e urgências. Com tudo isso, 19 unidades – somando-se a Escola Maria Sá Barreto – com a reinauguração na última sexta-feira (08), representam os atuais 50% das unidades requalificadas.

A respeito deste avanço, o Prefeito Geranilson pontua: “A proposta é levar a todos os envolvidos da rede pública municipal de ensino melhores condições de trabalho, não somente no campo físico, como as reformas aqui evidenciadas, mas também no campo pedagógico. Vamos continuar realizando este trabalho, conforme cronograma, no intento de alcançarmos uma efetividade de 100% das Escolas.”.

A Secretária Ana Teixeira acrescenta a importância desta escola atual cuidar para que o aluno tenha mais o entendimento a respeito de si, de sua identidade; e de como ele se situa no mundo. “O tema: o Eu, o Outro e o Mundo vai permeando todo o processo de construção de uma educação cidadã, inclusiva, participativa, para que nossos educandos tenham mais senso crítico, mais capacidade de se articular na vida, de interagir. É esse o foco da formação”.

A gestora escolar Rosenita Brito – à frente da Escola Gilberto Alves/Pioneiro, diz da sensação em começar o ano letivo em uma escola nova: “Acabamos de receber este presente (reinauguração da escola) e hoje uma nova jornada se inicia. A concepção de Educação trabalhada na Rede oportuniza diversas atividades – os nossos alunos amam os festivais, de canto, dança; e algumas etapas ocorrem nas escolas. Ainda temos a fanfarra; eles necessitam deste movimento todo.” Durante a reunião de recepção dos pais e alunos Rosenita alertou para a importância da participação da família, tanto no que se refere ao bom rendimento escolar quanto na construção da cidadania do aluno.

Relação das unidades da rede municipal que já passaram pelo processo de requalificação:

Entregues:

Escola Maria Gabriela – Creche Santa Rita – Escola Laura Batista – Centro Especializado Louis Braille – Escola Gilberto da Mata – Escola Raimundo Mata – Jecelino Nogueira  – CMEI Cleleste Nonato – CMEI Alto das Pombas – Anna Bitencourt – Themístocles Cézar Góes – Inês Diamantino – CMEI Urbis – Creche Lindaura – Dom Justino – Cícero Reis – Gilberto Alves – José de Araújo Lima – Maria Sá Barreto.

Em reconstrução:

Amélia Ferreira – Adélia Mata e

Obras licitadas:

Geminiana Assunção e Jorge Luís

Fonte: ASCOM

Deixe seu Comentário